Descobrindo as riquezas das cidades gaúchas

Conheça as principais cidades turísticas do Rio Grande do Sul:

Porto Alegre

A primeira vista, Porto Alegre é vista com a capital do estado mais
meridional do Brasil. De fato, é a sede da maior concentração urbana da
região Sul e a quinta cidade mais populosa do Brasil.
Logo, ostenta mais de 80 prêmios e títulos que a distinguem como uma das
melhores capitais brasileiras para: morar,trabalhar, fazer negócios,
estudar, divertir.

Gramado

A cidade de Gramado localiza-se na Serra Gaúcha, mais precisamente na
Região das Hortênsias. Curiosamente, sua demografia é etnicamente
variada, com forte influência alemã e italiana, o que se reflete
especialmente na culinária e na arquitetura urbana e rural.

Sem dúvida, sua economia é voltada ao turismo, recebendo anualmente
cerca de milhões de turistas nacionais e estrangeiros.

Canela

Já a cidade de Canela é um dos mais importantes destinos turísticos do
Rio Grande do Sul. Localiza-se na Serra Gaúcha, também na Região das
Hortênsias, fazendo divisa com as cidades de Gramado, São Francisco de
Paula, Caxias do Sul e Três Coroas.

A cidade é conhecida por atrações turísticas como a Cascata do Caracol,
o Parque da Ferradura e a Catedral de Pedra.

Caxias do Sul

Caxias do Sul fica na serra gaúcha. Primordialmente, a cidade foi
erguida onde era o Planalto de Vacaria. Sua cultura se
internacionalizou através da vinda de vários emigrantes.

Torres

De antemão, a paisagem da cidade de Torres se destaca por ser a única
praia do Rio Grande do Sul em que sobressaem paredões rochosos à
beira-mar. Possui lindas praias, mas o local mais visitado na cidade é a
praia da Guarita.

Pelotas

Pelotas é considerada uma das capitais regionais do Brasil. Possui uma
população de 343.651 habitantes e é a terceira cidade mais populosa do
estado. Está localizada às margens do Canal São Gonçalo que liga as
Lagoas dos Patos e Mirim, as maiores do Brasil, no estado do Rio Grande
do Sul, no extremo sul do Brasil.

Além disso, durante o mês junho, ocorre o maior evento gastronômico na
cidade: a Fenadoce.

Santa Maria

O município de Santa Maria é considerado de porte médio em sua extensão,
mas possui grande influência na região central do estado. É a 5ª cidade
mais populosa do Rio Grande do Sul e, isoladamente, a maior de sua região.

Santa Maria é considerada cidade universitária, graças à Universidade
Federal de Santa Maria.

Rio Grande

Hoje, é uma das cidades mais ricas do Rio Grande do Sul, e a mais rica
da região sul do estado, principalmente devido ao seu porto (o segundo
em movimentação de cargas do Brasil), e à sua refinaria. A Praia do
Cassino está localizada na cidade de Rio Grande com mais de 100 anos, é
considerado o balneário marítimo mais antigo do Brasil, sendo
considerada a maior praia oceânica do mundo.

Nova Petrópolis

Juntamente a Gramado e Canela, Nova Petrópolis também compõe o time de
cidades da Serra gaúcha. Grande parte da população é de origem germânica
de várias regiões do antigo Reino da Prússia, Reino da Baviera e Boemia.

Um dos mais conhecidos atrativos turísticos de Nova Petrópolis, o parque
Aldeia do Imigrante que recebe mais de 100 mil visitantes por ano.

Passo Fundo

Passo Fundo é a maior cidade do Norte do estado. Carrega a fama de
“Capital do Planalto Médio”, “Capital Nacional da Literatura”, “Lugar de
ser Feliz” e “Capital do Norte”.

Dentre os locais turísticos da cidade se destacam: Catedral de Nossa
Senhora Aparecida, Biblioteca Pública Municipal, Museu de Artes Visuais
Ruth Schneider, Museu Histórico Regional entre outros.

Santa Cruz do Sul

Já Santa Cruz do Sul é conhecida por ser a sede da maior Oktoberfest do
Rio Grande do Sul. Juntamente, recebe um dos maiores festivais de arte
amadora: o Encontro de Arte e Tradição. Do mesmo modo se destaca pelo
Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul.

Cambará do Sul – Itaimbézinho

Distante cerca de 185 quilômetros de Porto Alegre. Primordialmente, seu
nome, Cambará, é de origem tupi-guarani e significa “folha de casca rugosa”.

Cambará do Sul é conhecida também como a “terra dos cânions” e “capital
do mel”. Definitivamente, Cambará do Sul é campeã no ranking de baixas
temperaturas, sendo que o seu inverno está sempre entre os lugares mais
frios do Brasil.

Itaimbezinho é um nome de origem Tupi-Guarani, ita significa pedra e Ai
be afiada. Está localizado entre Cambará do Sul e Praia Grande, no
Parque Nacional dos Aparados da Serra, a 18 Km da sede do município.

Novo Hamburgo

A saber, o nome da cidade é uma referência à cidade alemã de Hamburgo.
Está situado no Vale do Rio dos Sinos, a cerca de quarenta quilômetros
da capital do estado e pertence à Região Metropolitana de Porto Alegre.

Uruguaiana

Uruguaiana é um município brasileiro situado no extremo ocidental do
estado do Rio Grande do Sul, junto à fronteira fluvial com a Argentina e
Uruguai.

Nesse ínterim, a cidade tem grande importância estratégica comercial
internacional, tendo em vista que está localizada equidistante de Porto
Alegre, Montevidéu, Buenos Aires e Assunção.

Garibaldi

Juntamente a outras cidades da cerra, Garibaldi se posiciona como uma
linda cidade turística. Privilegiada em belezas naturais, localiza-se na
região denominada Parte Superior do Nordeste.

Farroupilha

A primeira vista, Farroupilha fica localizada na região metropolitana da
Serra Gaúcha. Curiosamente, o nome do município foi dado em homenagem ao
centenário da Revolução Farroupilha.

Parque Salto Ventoso: o principal atrativo natural de Farroupilha, o
parque oferece uma estrutura à altura do espetáculo que a natureza se
encarrega de exibir.

Cachoeira do Sul

Historicamente, Cachoeira do Sul é o quinto mais antigo município do Rio
Grande do Sul, emancipado em 1820. De forma curiosa, a origem de seu
nome se deve a uma antiga cachoeira existente no Rio Jacuí.

Possui diversos pontos turísticos, dentre os quais pode-se citar:
Château d’Eau (cartão-postal da cidade), Ponte do Fandango, primeira
ponte-barragem construída no Brasil, sobre o Rio Jacuí.

São Francisco de Paula

Conhecido como São Chico. A princípio, a área onde hoje é o município de
São Francisco de Paula foi habitada por índios caáguas, da tribo dos
coroados.

Com a extinção destes, a região passou a ser caminho dos tropeiros, que
iam do Rio Grande do Sul a São Paulo. Sendo assim, o município tornou-se
maior produtor de batata do Brasil, além de produzir maçã e hortaliças.

Bagé

Localiza-se próximo ao Rio Camaquã, no estado gaúcho. O município é
importante ponto de passagem para quem viaja do Brasil para o Uruguai
por via terrestre.

A cidade é ligada ao país vizinho por estrada (BR-153), ficando distante
cerca de 60 quilômetros da fronteira entre Brasil e Uruguai e a 560
quilômetros da capital uruguaia.

Santa Rosa

Santa Rosa foi criada como uma colônia de imigrantes europeus em 1915,
principalmente imigrantes italianos, alemães e russos. O dialeto alemão
tradicionalmente falado na região é o Riograndenser Hunsrückisch.

É conhecida como o “Berço Nacional da Soja”. A cidade ficou famosa por
ser Terra natal da apresentadora Xuxa Meneghel.

São Leopoldo

São Leopoldo é composto por uma grande parte de descendentes Alemães e
Açorianos também por um grande número de Afro-descendentes.

É conhecida principalmente por sua gastronomia tendo ótimas opções de
restaurantes e bares por sua notoriedade. Atualmente, São Leopoldo
também é considerada uma cidade universitária, por sediar a Universidade
do Vale do Rio dos Sinos.

Santana do Livramento

Santana do Livramento faz parte da Região da Fronteira Oeste do Rio
Grande do Sul. Para ilustrar, destaca-se na pecuária (bovinos e ovinos)
e na produção de arroz e soja. Recentemente, vem ampliando a produção
frutífera, com destaque para a vitivinicultura.

Entre os lugares turísticos da fronteira podem ser citados: Represa
hidrelétrica de Cuñapiru, Parque Municipal Gran Bretaña, Parque
Internacional, localizado na linha divisória, metade pertence ao Brasil
e metade ao Uruguai.

Chuí

Chuí é a cidade mais meridional do país, fazendo fronteira conurbada com
a cidade do Chuy, no Uruguai.Possui uma população de 6.320 habitantes
constituída por brasileiros, uruguaios e árabes palestinos.

O Chuí é separado do Chuy apenas por uma longa avenida com um canteiro
central. No lado brasileiro, a avenida leva o nome de Avenida Uruguai,
e, no lado uruguaio, a mesma leva o nome de Avenida Brasil.

No Chuy, são famosos os free shops, que atraem brasileiros e uruguaios a
fim de consumir os produtos livres de impostos. Já durante o verão, o
comércio binacional chama a atenção de turistas vindos de longe.

Carlos Barbosa

Semelhante a cidade de Caxias do Sul, Carlos Barbosa também compõe o
conjunto de cidades da serra gaúcha. Seu nome é uma homenagem a Carlos
Barbosa Gonçalves, governador do estado durante a República Velha.

As atividades turísticas do município estão fundamentadas na natureza
exuberante, característica da região. Bem como nos atrativos históricos
deixados pelos imigrantes.

Veranópolis

A saber, Veranópolis é considerada a capital brasileira da longevidade e
a terceira cidade com maior longevidade média da população no mundo.

O nome da cidade vem da junção de “veraneio” com o termo grego pólis,
que significa “cidade”. Portanto, “Veranópolis” significa “cidade de
veraneio”. A maioria dos habitantes é descendente de imigrantes
italianos, seguidos de poloneses e de outras etnias.

Erechim

É considerada um centro sub-regional no país. Isso pois é a segunda
cidade mais populosa do norte do estado, com 101.122 habitantes,
superada apenas pelo município de Passo Fundo.

O município localiza-se ao norte do Rio Grande do Sul, na região do Alto
Uruguai, sobre a cordilheira da Serra Geral.

Caçapava do Sul

Nos primórdios, até o século 18, o território atualmente ocupado pelo
município de Caçapava do Sul era habitado pelos índios charruas. Nessa
época, no lugar de uma aldeia charrua localizada numa clareira da floresta.

No município, há um famoso ponto turístico natural, chamado Pedra do
Segredo. Aliás, trata-se de uma elevação natural que atrai montanhistas
e turistas do estado e de diversas outras regiões do país.

Santo Ângelo

Antes de mais nada, pertence à mesorregião do Noroeste Rio-Grandense e à
microrregião de Santo Ângelo. Em conclusão, é o maior município da
região das Missões, com 78.908 habitantes.

A “Capital das Missões”, como é chamado, destaca-se como um centro de
serviços públicos, por sediar vários órgãos das esferas estadual e
federal. Novamente, Santo Ângelo desponta como um dos polos do Noroeste
do Rio Grande do Sul, mostrando sua beleza e potencial.

Lajeado

Lajeado vem do ponto de referência que se dava às sesmarias. No Rio
Taquari e no Arroio do Engenho, as águas formavam cascatas sobre
lajeiros, daí o nome da cidade.

Entretanto, em virtude da barragem de Bom Retiro, os lajeados do
Taquari, bem como suas cascatas, estão submersos. No que tange turismo,
Lajeado destaca-se por ser uma cidade limpa e com vários locais de lazer.

Ijuí

Ijuí é a terceira cidade mais populosa dentre os 216 municípios da
região Noroeste/Missões. Devido à diversidade étnica da cidade, o
município é conhecido também como capital da cultura do Rio Grande do
Sul. Por consequência, realiza anualmente a FENADI (Festa Nacional das
Culturas Diversificadas).

Viamão

Viamão é o maior município em extensão territorial da mesorregião e da
microrregião Metropolitana de Porto Alegre. Originalmente, o nome Viamão
é controverso.

Mas a versão mais comum é de que a partir dos morros da região e do topo
da igreja matriz, é possível se avistar o rio Guaíba e seus cinco rios
afluentes: Jacuí, Caí, Gravataí, Taquari, Dos Sinos.

Os referentes rios formam uma mão aberta. Daí a frase: “Vi a mão”. Já a
versão mais provável, seria originária do nome “ibiamon”, que significa
“Terras de Ibias” (pássaros).

Nova Prata

Definitivamente, as principais atividades econômicas do município são:
extração de basalto, indústria de transformação, indústria metalúrgica,
cultivo de hortigranjeiros, indústria moveleira.

Seus principais pontos turísticos são: Parque de Águas Termais Caldas de
Prata, Museu Domingos Battistel, Praça da Bandeira, Casa Polonesa, Museu
Rural.

Alegrete

O município de Alegrete é o maior município da Região Sul do Brasil.
Além disso, é o 186º maior município do Brasil em área territorial, com
mais de 7.800 quilômetros quadrados.

Só para ilustrar, possui planícies de campo limpo com algumas ondulações
e raros morros residuais de arenito silicificado.

Sua economia é baseada principalmente na agricultura na pecuária bovina,
ovina, equina, suína e bubalina. Ademais, atua também na produção de lã
com cerca de 900 toneladas anuais e de leite produzindo cerca de 15.269
litros.

Guaíba

No atual território do município de Guaíba, encontramos sítios
arqueológicos representativos da cultura guarani.

Existem vários locais onde se pode visitar em Guaíba: Museu Carlos
Nobre, Praça da Bandeira.

Bem como acontecem diversos eventos, dentre eles: Dia da
Bíblia,Chocoart, Festpeixe.

Atualmente Guaíba conta com um passeio de jardineira pelos pontos
turísticos da cidade, oferecido principalmente para os turistas que
chegam na cidade através do catamarã.

São José dos Ausentes

Antes de mais nada, a cidade é conhecida rigoroso inverno para os
padrões brasileiros, que tem temperaturas abaixo de zero. Normalmente, o
município apresenta geada constante e presença de neve. Para ilustar,
São José dos Ausentes tem belos cenários como o Pico do Monte Negro.

São Borja

De forma histórica, a cidade foi fundada em 1682 pelos padres jesuítas,
tornando-se a primeira cidade dos Sete Povos das Missões. Portanto, São
Borja tem a civilização mais antiga do estado, e uma das mais antigas do
Brasil.

Situa-se na fronteira oeste do estado e é banhada pelo rio Uruguai.

Osório

Osório é conhecida como “Cidade das Lagoas”, por ter uma rede de 23
lagoas, muitas delas interligadas. Semelhantemente, também a chamam de
“Cidade dos Bons Ventos”, devido aos grandes ventos desta região.

A saber, na cidade é possível passear em praias, lagoas e conhecer o
famoso mirante de Osório.

São Miguel das Missões

Em São Miguel das Missões localiza-se o Sítio Arqueológico de São Miguel
Arcanjo. O local recebe visitantes de terças-feiras à domingos, onde
estão as ruínas jesuítas da antiga redução de São Miguel Arcanjo.

Interessantemente, o local foi declarado como Patrimônio Mundial pela
UNESCO em 1983. O sítio arqueológico conta com o Museu das Missões, que
abriga estátuas de imagens sacras feitas pelos índios Guarani.

Jaguarão

Jaguarão fica localizado no extremo sul do país e fronteiriço ao
Uruguai. A saber, o município é visto pelo governo federal como
alternativa de travessia internacional pelo rio Jaguarão.

Sua arquitetura encontra-se um acervo esplendoroso, conservado nas
construções que datam da metade do século XIX.

Vacaria

Vacaria é sede da histórica Fazenda do Socorro e da Catedral de Pedra de
Nossa Senhora da Oliveira.

Além das atrações naturais representadas pelos cenários como o Vale do
Rio Pelotas e o Parque das Cachoeiras, Vacaria possui outros atrativos
culturais: Museu Municipal, Atelier Livre, Mercado Público, Centro de
Artesanato, Casa do Povo, obra do arquiteto Oscar Niemeyer.

É procedente assinalar que a informação foi facilitada por Brasil Viajando. Edição, Área Jornalística Oitravels.

WhatsApp Image 2020-06-01 at 11.59.39

WhatsApp Image 2020-06-01 at 12.03.15

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: