Nova York, a cidade que nunca dorme

Nova York é conhecida como a cidade que nunca dorme e por lá o que não faltam são coisas para fazer.

Uma das cidades mais procuradas por brasileiros no exterior, Nova York é eclética e oferece opções de passeios para os mais diversos públicos. A cidade pode ser visitada por jovens em busca de curtir as festas, casais apaixonados ou amantes da arte. O que não falta por lá são coisas para fazer.

Quem vai a Nova York pela primeira vez pode ficar um pouco confuso quanto a elaboração do roteiro e não saber por onde começar a desbravar a cidade. Até porque, Nova York é uma cidade enorme e que disponibiliza novas atrações a cada dia. Pensando nisso, elaboramos uma lista para fazer em sua primeira visita a Nova York que, com certeza, vai te ajudar a viajar mais tranquilo.

1. Passear pelo Central Park

N12

O Central Park é uma das atrações mais visitadas de Nova York. O famoso parque localizado no centro de Manhattan já virou cenário de tantos filmes, que caminhar por ali dá a impressão de estarmos dentro de uma dessas cenas.

São mais de 300 hectares de área verde bem no meio de Nova York. Com tanto espaço dá até para se perder pelo local. Para ajudar na localização vale comprar um mapa do parque ou baixar o aplicativo do Central Park NYC, que contém mapas, GPS para mostrar sua localização e informações sobre as atrações.

2. Tirar fotos na Times Square

N4

A avenida Times Square virou um ponto turístico em Nova York. Com seus telões de LED e milhares de luzes, a Times Square impressiona qualquer um na primeira visita a Big Apple. O lugar é, também, palco dos grandes eventos da cidade, como o réveillon, que atrai milhares de pessoas todos os anos.

Por lá estão localizadas algumas das lojas mais famosas do mundo. E o movimento de pessoas é intenso em qualquer horário do dia ou da noite, independente da estação do ano. Uma sugestão é separar uma tarde inteira para percorrer a avenida, parando para as compras. Quando estiver cansado vá a escadaria da TKTS, uma escada onde as pessoas costumam sentar e tirar fotos.

3. Visitar a Estátua da Liberdade

N14

Não dá para falar de Nova York sem associar a Estátua da Liberdade. Ao contrário do que muita gente pensa, ela não é tão grande, tem apenas 93 metros. Mas, visitar a Estátua da Liberdade é um passeio imperdível até porque, de pertinho, dá para admirar ainda mais a construção de 1875, que fica localizada na Liberty Island, no porto de Nova York.

Para visitá-la é preciso pegar um barco a partir de Lower Manhattan até a Liberty Island, onde você vai desembarcar para conhecer a Estátua da Liberdade. O ingresso pode ser comprado com antecedência pela internet, e todo o passeio dura a tarde inteira.

4. Subir o Empire State Building

N6

O Empire State Building é um arranha-céu de 102 andares, localizado na Quinta Avenida. Por ser um dos prédios mais altos da cidade, acabou se tornando um dos símbolos de Nova York. Sem contar que é do topo do Empire State Building que o visitante consegue ter uma visão panorâmica da cidade.

Há duas plataformas de observação no Empire State Building que estão abertas ao público. A do 86º andar possui vista 360º da cidade, já a do 102º oferece visão bem menor. O ingresso pode ser comprado com antecedência pela internet e o local fica aberto até às 02h, todos os dias.

5. Dar uma volta no Grand Central Terminal

aditya-vyas-Sr1cSwXOHWg-unsplash

Localizado em Manhattan, o Grand Central Terminal é um importante terminal ferroviário de Nova York. Inaugurado em 1903, a estação é uma das mais bonitas do mundo, além de ser considerado a maior estação metroviária do mundo.

São 44 plataformas e 67 trilhos que ligam Nova York aos municípios vizinhos. Mas, o que chama atenção por ali, é o saguão principal e toda sua grandiosidade. O local está aberto todos os dias, da 05h30 às 02h. A localização é East 42nd Street com a Park Avenue.

6. Andar pela Brooklyn Bridge

adrien-bruneau-ZaNKv7qjF9E-unsplash

Considerada uma das mais antigas pontes de suspensão do mundo, a Brooklyn Bridge foi, durante muito tempo, a única ligação entre Manhattan e o Brooklyn. Hoje, o local tornou-se ponto turístico e um dos mais procurados pelos turistas.

Quem deseja apreciar a vista desde a ponte, uma recomendação é atravessar a Brooklyn Bridge em direção a Manhattan, pois assim você conseguirá apreciar a paisagem de Nova York. Esse trajeto leva cerca de 45 minutos, mas é claro que você vai parar várias vezes para fotografar.

7. Assistir a um espetáculo da Broadway

sudan-ouyang-UQuka_ruWxQ-unsplash

A Broadway são mais de 40 teatros profissionais, cada um deles possui, em média, capacidade para 500 pessoas. Por lá são exibidos espetáculos clássicos e modernos, que deixam qualquer visitante impressionado.

Os ingressos variam de $20 a $800 por pessoa, mas vale o investimento, principalmente, para aqueles que adoram assistir espetáculos. E, vale ressaltar, que todos os espetáculos são em inglês. Se você não domina muito o idioma, a peça pode ser entediante.

8. Ir ao Rockefeller Center

N9

É no Rockefeller Center que fica a pista de patinação mais famosa de Nova York no inverno. Durante o natal o lugar recebe uma decoração toda especial, cheia de iluminação, que é capaz de encantar qualquer um. Mas, na verdade, todo o complexo de 14 prédios em estilo art-decó merece destaque.

Há quem prefira visitar o Top of the Rock, localizado no GE Building, porque de lá é possível avistar o Empire State Building. Com 266 metros de altura, o deque de observação tem vistas espetaculares para a cidade. O lugar funciona de 08h às 00h, e o ingresso inteira custa $22.

9. Conhecer o 9/11 Memorial (Ground Zero)

N3

O 9/11 Memorial (Ground Zero) é o local onde se localizavam as Torres Gêmeas, prédios destruídos no ataque terrorista em 09 de setembro de 2001. Hoje no local há duas enormes fontes, projetadas pelo arquiteto David Childs, que possuem os mais de 3 mil nomes das pessoas que perderam suas vidas naquele dia, incluindo bombeiros e policiais.

No subsolo do Ground Zero fica o Museu Nacional do 11 de Setembro, que reconta a história desse fatídico dia. Por ali, estão em exibição mais de 10 mil itens, desde um chinelo que estava no avião até a um caminhão de bombeiros destruído. O local pode ser visitado todos os dias, das 09h às 20h.

10. Almoçar no Chelsea Market

charl-folscher-ZpJgXtVnqVs-unsplash(1)

O Chelsea Market é um grande mercado alimentício de Nova York, com inúmeras opções de lojas de vinhos, cafés e padarias. Antigamente o lugar era sede da National Biscuit Company, a velha Nabisco. Mas, em 1996 passou por uma reforma, comandada pelo investidor Irwing B. Cohen, e aos poucos transformou-se no que é hoje em dia.

O lugar é uma ótima parada para um brunch ou almoço, pois há várias opções de pratos deliciosos que dão água na boca. O Chelsea Market funciona todos os dias, de 07h às 02h, e aos domingos de 08h às 22h.

É procedente assinalar que a informação foi facilitada pela Viajo Logo Existo. Edição, Área Jornalística Oitravels.

OITRAVELS PACOTES NOVA YORK

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: