A Pampa Argentina, terra de gaúchos

Nas aforas de Buenos Aires extende-se A Pampa, uma imensa planície rica em cereais e pastos. Um mar de cultivos sobre terra de gaúchos, uma fonte verdadeira de mitos e lendas. A tão só uma hora da capital é possível adentrar-se de perto na vida do gaúcho e nas tarefas da fertilíssima planície argentina, horizonte de espertos jinetes destros com o laço e casas senhoriais convertidas em lugares de excursão, visita e alojamento para o viajante. A pampa significa em quechua, “campo raso”, e assim de lisa e plana é.

Santa Rosa, a capital da província encontra-se a 600 quilômetros de Buenos Aires capital e a 80 quilômetros da fronteira da província. É uma pequena cidade, tranquila e hospitalera. Nela podem-se visitar dois museus interessantes, o Museu de Ciências Naturais e Antropológicas e o Museu de Artes.

O Teatro Espanhol, do século passado, é também muito interessante. O primeiro fim de semana de novembro Santa Rosa conta com um festival de jaz. No Centro Recriativo Dom Tomás pode-se admirar a zona construida da Estância La Malvina, que têm uma extensão de 350 hectares e conta com um grande tanque. Os arredores da capital estám povoados de bosques de caldén, a árvore provincial.

O Parque Luro é uma das maiores Reservas Naturais do mundo. Ocupa uns 7500 hectares. No interior introduziram-se espécies europeias como a queixada, o viado roxo e o faisão. Também conta com espécies autóctones e exóticas. Os cáldenes centenários e uma colônia de flamingos reposando na lagoa aumentam a cor e o atrativo deste parque.

O Parque Nacional Lihué Calel é um paisagem de rochas da cor rosa salmão salpicado de cactáceas de belas flores amarelas. Esta antiga formação serrana alberga vales com espécies como pumas, guanacos, raposos, vizcachas e numerosas aves como a ema.

Nas canhadas ainda podem-se ver as pinturas dos primeiros homens que povoaram estas terras. Em uma roca denominada Conquista do Deserto, os índios araucanos defenderam com sucesso o asédio dos europeus invasores. Este lugar foi o último refúgio de Namuncurá, um chefe araucano, antes de ser preso pelas forças argentinas.

Dentro do parque pode-se fazer uma excursão ao Cerro da Sociedade Científica Argentina, onde a paisagem é impressionante, o Vale das Pinturas e o Velho Casco, a mansão da Estância Santa María. Outro lugar interessante são As Salinas de Calfucurá, povoadas de minúsculos crustáceos.

Na região o viajante poderá desfrutar de numerosas festas crioulas, entre elas a Festa Nacional de Doma e Folclore em Intendente Alvear. Nesta mesma cidade, têm lugar exibições do melhor polo do mundo.

Desfrutar de comidas típicas, passeios em carroças, cabalgadas, safaris fotográficos e exibições de destreza crioila é algo do que poderá esperimentar na Estância Vilaverde. Os amantes da caça e a pesca podem praticar a caza do viado roxo, o puma e a queixada e a pesca nas Lagoas Dom Tomás e Chadilauquen, e no Río Colorado.

pampa2

É procedente assinalar que a informação foi facilitada pela Viagens Destinos. Edição, Área Jornalística Oitravels.

InShot_20200720_115719919

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: