Suíça, país da neve e dos lagos

Terra do chocolate, país da neve e dos lagos, berço do fondue e do canivete, terra dos clichês europeus, capital mundial para o esqui, enfim, a Suíça é conhecida por vários nomes. A Suíça também possui quatro línguas oficiais, o alemão, o francês, o italiano e o romanche. Em um país com tantos marcos icônicos e tanta diversidade cultural fica difícil de se planejar uma viagem, por isso listamos 8 cidades da Suíça para visitar.

1. Basileia, ideal para quem curte: arte, história e arquitetura

suiza2

Esta tranquila cidade no norte da Suíça tem a maior concentração de museus no país, entre eles o Kunstmuseum Basel, principal museu de arte do país, e um grande ponto turístico da Suíça. Isto torna Basel um centro cultural de grande importância, indicado especialmente para os amantes da arte e da história. Mas não se engane, embora a cidade tenha um movimentado centro histórico rodeando a catedral gótica de Basileia, há uma série de prédios e museus modernos assinados por famosos arquitetos suíços que são de tirar o fôlego. Por ser muito próxima da França e da Alemanha, Basel é uma cidade multicultural onde ouve-se de tudo nas ruas, embora o idioma mais falado seja o alemão.

2. Lucerna, ideal para quem curte: caminhada, passeios de barco, montanhismo

suiza3

A cidade de Lucerna possui umas das paisagens mais impressionantes de toda a Suíça. Entre o lago Lucerna, que fica logo no centro da cidade, e os Alpes suíços que a rodeiam, difícil aqui será escolher onde visitar primeiro. As construções da cidade estão muito bem conservadas, em especial a Kapellbrücke, ponte da capela em português, considerada uma das pontes cobertas por madeira mais velhas da europa, e um dos cartões postais de Lucerna.

Pela sua localização no centro do país, Lucerna é o ponto de partida ideal para se visitar as várias montanhas da região, como a Rigi, mais conhecida como “rainha das montanhas”. Outro passeio muito interessante é a travessia do lago Lucerna de barco à vapor, parando nas margens para um almoço à beira da água ou para um drink ao anoitecer.

3. Zermatt, ideal para quem curte: esqui, neve e montanhismo

suiza4

Zermatt fica ao pé de uma das montanhas mais famosas do mundo, o Monte Cervino, no coração dos Alpes suíços, uma das regiões de esqui mais visitadas no mundo. A cidade atrai tanto locais quanto turistas em todas as épocas do ano, pois devido a altura da região pode-se esquiar independentemente da estação. Zermatt também é muito conhecida entre os praticantes do montanhismo, são dezenas de trilhas dos mais diferentes níveis para quem quer encarar um desafio.

4. Zurique, ideal para quem curte: gastronomia, compras e cultura

suiza5

Zurique é uma mistura perfeita entre um centro cosmopolita urbano e natureza deslumbrante. Como maior cidade do país, Zurique é um centro gastronômico, financeiro e cultural da Suíça. Lá é praticamente impossível ficar sem o que fazer. Existem passeios dos mais diversos tipos e para os mais exigentes dos gostos, desde passear pelo centro histórico visitando museus de arte e aprendendo sobre a história da cidade, até alugar um caiaque e fazer um passeio no lago Zurique, que fica ao sul da cidade. Em Zurique pode-se achar ótimos lugares para fazer umas comprinhas, principalmente os famosos relógios suíços, canivetes, queijos, roupas de inverno e é claro, o chocolate. Para os amantes do chocolate recomendamos fazer o tour na fábrica da Lindt, que consiste em aprender todo o processo de produção de chocolate e em uma rica degustação.

A cidade é famosa por atrair pessoas de todas as nacionalidades, e isso é refletido na variedade gastronômica que é possível de se encontrar nas ruas de Zurique. Os locais são muito abertos a provar novas coisas, o que criou uma cultura na cidade de restaurantes que fogem um pouco da tradição e arriscam com uma postura mais moderna e global. Além destes restaurantes modernos recomenda-se, e muito, passar pelos restaurantes clássicos de culinária Suíça para provar raclette, fondue, e batata rosti.

5. São Moritz, ideal para quem curte: neve, esportes de inverno e resorts

suiza6

Dizem que o sol bate na cidade de São Moritz durante 300 dias, todos os anos. Mesmo no inverno quando as paisagens ficam cobertas de neve o sol é quase garantido, e por isso é um destino muito atrativo para os praticantes dos esportes de inverno. A cidade tem alguns dos melhores resorts e hotéis da Suíça, perfeitos para quem quer descansar depois de passar o dia esquiando.

6. Lauterbrunnen, ideal para quem curte: natureza, cachoeiras e tranquilidade

suiza7

Quem é fã do J. R. R. Tolkien, autor de “Senhor dos Anéis” e “O Hobbit”, irá reconhecer as paisagens verdes da cidade de Lauterbrunnen. O autor utilizou a natureza abundante e o relevo montanhoso como inspiração para a “terra média”, local importante no contexto de suas histórias. Ao ver a beleza natural da cidade fica fácil de entender como ela serviu de inspiração para dezenas de escritores e poetas pelos anos. No total são 72 cascatas no vale, mas a mais famosa com certeza é a cascata Staubbach, uma das mais conhecidas da europa.

7. Interlaken,ideal para quem curte: aventura, caminhada e natureza

suiza8

um ponto turístico muito visitado no país. Interlaken se destaca por ter várias opções de passeios ao ar livre, como voos de paraglider, passeios de barco a vapor com rodas de pás e trilhas para trekking. No inverno várias pistas de patinação no gelo abrem pela cidade, proporcionando uma divertida atividade para todos da família.

8. Schaffhausen, ideal para quem curte: história, cachoeiras, natureza

suiza9

Schaffhausen abriga história, natureza, e cultura em um único lugar. A cidade possui um rico centro histórico dotado de casas com fachadas do período gótico e barroco, muitas lojas, restaurantes e uma magnífica igreja gótica, a igreja de São João. Outras atrações populares na cidade são a fortaleza de Munot e a cachoeira de Schaffhausen, a maior e mais poderosa de toda a Europa, que vale um passeio pelo parque da cachoeira e seus mirantes.

A Suíça é daqueles destinos que não importa a época da viagem, sempre terá o que fazer, onde visitar, eventos especiais e coisas incríveis para presenciar. Desta forma, é bom fazer uma pesquisa antes de viajar para ter certeza que seu roteiro contém tudo o que você quer fazer e ver na Suíça. Recomendamos viajar na primavera, entre os meses de maio e junho principalmente, já que as temperaturas estão mais amenas e é possível curtir bem por todo o país, ainda podendo esquiar em alguns lugares específicos onde há neve.

É procedente assinalar que a informação foi facilitada pela Kayak. Edição, Área Jornalística Oitravels.

InShot_20200721_104037812

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: