Istambul, a cidade mágica entre dois continentes

Istambul é um lugar mágico, um verdadeiro caldeirão cultural que pulsa no encontro entre o Oriente e o Ocidente. A principal cidade da Turquia já se chamou Bizâncio e Constantinopla e foi o antigo centro de poder do planeta. Por seu território já passaram romanos e otomanos, árabes e vikings, cristãos e muçulmanos, além de outros povos que deixaram marcas. Ou seja, o país tornou-se um verdadeiro museu urbano com milhares de heranças históricas.

Hoje, a cidade cosmopolita exibe com orgulho sua miscelânea de emoções e estilos. Em sua parte antiga estão as lembranças preservadas do passado: mesquitas, igrejas, bazares, palácios e o cênico estreito do Bósforo que a separa em dois continentes. Na parte nova e mais moderna encontramos bairros hipsters com uma atmosfera cool. Eles são repletos de galerias de arte, lojas modernas e vintages, bares, cafés, hotéis e restaurantes descolados que compõem uma agitada vida noturna junto com as baladinhas.

Como Istambul tem muitos lugares interessantes para visitar, foram selecionados vários pontos turísticos imperdíveis da cidade.

1. Mesquita Azul

Essa mesquita é conhecida como azul por conta dos famosos azulejos pintados à mão, oriundos da cidade de Iznik, que a enfeitam. Construída entre 1606 e 1616, por ordem do Sultão Ahmet I, provocou muito falatório na época já que tinha 6 minaretes, a mesma quantidade existente na mesquita de Mecca. Por conta disso, esse mesmo imperador mandou constuir mais um minarete em Mecca, confirmando a superioridade da mesquita de lá, em termos de importância para os muçulmanos.

Mezquita Azul

Na mesquita azul, assim como nas outras espalhadas pela cidade, há um local para que os homens orem separados das mulheres. Não se pode entrar com sapatos, roupas curtas ou que marcam muito o corpo. Caso a mulher esteja usando uma calça apertada, eles dão uma espécie de saia azul para que possa cobrir o corpo. Fecha na hora das orações, mas abre minutos depois.

2. Topkapi Palace Museum

Little Known Ways to Make the Most of Topkapi Palace – Part 2 - Istanbul  Insider -

Construído pelo sultão do Império Otomano, Mehmet II, entre 1459 e 1465, esse imenso palácio serviu como residência de vários sultões durante muitos anos. Atualmente, virou um museu super interessante. A exposição das jóias impressiona, principalmente pelo maior diamante do mundo! Fica numa localizacão privilegiada, entre o Mar de Marmara, o Bósforo e o Corno de Ouro.

3. Museu Hagia Sofia

Hagia Sophia: Museu símbolo de Istambul é transformado em Mesquita - Blog  Amaury Jr. - BOL

A Basílica de Hagia Sofia, ou Santa Sofia, cujo nome significa santa sabedoria em grego, foi construída sobre os escombros de duas antigas igrejas pelo Imperador Justiniano em 537. Foi convertida em mesquita pelos otomanos no século 15, quando instalaram os minaretes. Para que a estrutura não ruísse com os terremotos, a então mesquita passou por várias obras, o que modificou a sua fachada e arquitetura original. Santa inteligência dos matemáticos da época, que fizeram o cálculo.

UNESCO Tinjau Alih Fungsi Hagia Sophia | Media Indonesia | LINE TODAY

Os mosaicos em estilo Bizantino que retratam Jesus Cristo, Maria e outros santos ainda convivem com os símbolos muçulmanos (caligrafia de nomes importantes para a religião), pois nunca foram destruídos. Desde 1935, foi convertido em museu e recebe milhares de visitantes por dia. Aberto todos os dias.

4. Cisternas de Yerebatan

Cisterna de Yerebatan, Estambul, visitar, horario, precio – 101viajes

Sustentada por 336 lindas colunas, a maior cisterna de Istambul foi construída pelo Imperador Justiniano em 532 para atender à demanda do Palácio Topkapi. Atualmente desativada, fica aberta à visitação para turistas todos os dias da semana. Por vezes, ocorrem exposicões de arte e concertos lá dentro.

5. Hipódromo

A vida em Constantinopla | Passeios em Istambul

A área situada em frente à Mesquita Azul, onde atualmente fica a praça Sultanahmet (Sultanahmet Meydanı), um dia foi nada menos que o centro da vida Bizantina e Otomana, mais conhecido como o Hipódromo de Constantinopla. O local foi encomendado por Septimus Severus para sediar corridas de charretes e passou por algumas transformações ao longo do tempo, porém alguns monumentos permanecem até os dias atuais.

Hipódromo Romano - Viagem Istambul, Turquia - Terra Santa Viagens

No local é possível ver de perto o Obelisco de Theodosius (390 a.C.) e o obelisco de Walled, além da coluna de serpentes, dedicada a Apolo. Na parte norte da praça está a fonte alemã que é a lembrança de uma das visitas do imperador alemão Wilhelm II, o artefato – segundo explicação exposta no local, “foi oferecido como presente ao sultão Abdulhamit II, em 1901”.

6. Banho Turco

Fazer um banho turco vale a pena? Um relato sincero | Outros Roteiros
O banho turco é uma tradição em Istambul. Há muitas casas públicas de banho espalhadas pela cidade. A melhor atualmente é a Roxelana, de frente para o Museu Hagia Sofia, pois foi recentemente reformada. Há também a Cagaloglu, também no bairro de Sultanahmet e o Cemberlitas. Para quem não sabe, o banho turco é um ritual que começa com uma sauna, exfoliação e massagem, seguida de relaxamento no mármore quente.

7. Palácio de Dolmabahce

O esplendido palácio Dolmabahçe em Istambul - Original Miles - Boutique de  Viagem

Construído em 1856 pelo Sultão Abdul Mecit, esse imponente palácio lhe serviu de moradia. Fechado às segundas e quintas e nos outros dias, aberto para visitas guiadas.

8. Mercado de Especiarias

Mercado das Especiarias: Conheça temperos e chás em Istambul

O mercado de especiarias de Istambul é super bonito, organizado e limpo. É um dos melhores lugares da cidade para comprar produtos típicos como especiarias, doces ou frutos secos. Está em Eminönü, a escassos passos da Ponte de Gálata.

Saludos » El cuaderno de Cualtis para la salud y la prevenciónEspecias y  ateroesclerosis - Saludos

O Bazar Egípcio está construído em forma de L e conta com 6 portas de entrada, é um mercado muito colorido e os vendedores decoram suas lojas de tal maneira que visitá-lo é um prazer para os sentidos.

9. Grand Bazaar

Nómada - Gran Bazar

O Grande Bazar de Istambul (Kapalıçarşı) é um dos maiores e mais antigos mercados do mundo. É um dos melhores lugares da cidade para fazer compras de artesanato, joias e roupa. Conta com mais de 3.600 lojas que se distribuem em 64 ruas. Para entrar no mercado, há 22 portas.

10. Passeio de barco pelo Bósforo

Estreito de Bósforo, em Istambul, Divide os Continentes Europeu e Asiático  | Zarpo Mag

Se tem algum programa que você não pode deixar de fazer em Istambul é pegar um ferry tradicional num dos piers próximos à Ponte de Gálata (praticamente em frente ao Mercado de Especiarias) e fazer o passeio subindo o Bósforo em direçao ao mar negro. Relaxe em uma das cadeiras na área externa do barco, aprecie a paisagem e tire muitas fotos! Se o tempo estiver bom, será um passeio muito agradável. Não deixe de experimentar o famoso iogurte feito em Kanlica, quando o barco parar por lá. Você não precisará nem desembarcar, pois eles trazem para vender no próprio barco.

Caso não deseje ir até o final, parando no pier de A. Kavagi, do lado asiático, você pode agendar através do hotel um carro para te pegar no pier de Sariyer, do lado europeu. Taxi pode ser difícil de encontrar nessa região. Se programar para soltar em Sariyer, o passeio durará 1 hora e 30 minutos, aproximanadamente. Caso vá até o fim, é bom saber que o barco fica parado por duas horas antes de voltar para o ponto de partida, na Ponte de Gálata.

11. Ortaköy

Bairro de Ortaköy em Istambul | Passeios em Istambul

O bairro de Ortakoy é bem movimentado. As pessoas costumam passear por ali para comer crepes, kumpir (batata assada), comprar artesanato, visitar a mesquita neobarroca de Ortakoy, ou se divertir em um dos restaurantes e bares bacanas da região. É em Ortakoy, de frente para Bósforo e bem próximos à mesquita, que ficam o Anjelique (club restaurant), o Zuma, o The House Café, além de casa de jazz. Tem um hotel Radisson Blu bem em frente ao Zuma, que parece ser uma boa opção para quem quer dormir no meio do burburinho.

12. Bebek

File:Bebek Istanbul.jpg - Wikimedia Commons

Bebek é o bairro mais falado da cidade no momento. Há vários restaurantes novos, tais como o ótimo Lucca, o Godiva Café, a Brasserie Happily Ever After, dentre outros. Alguma lojinhas charmosas estão surgindo e acaba de abrir uma filial da famosa patisserie francesa Ladurée. A praça principal é muito fofa, além de ficar de frente para o Bósforo, proporcionando uma linda vista. O pier de Bebek vive cheio de lanchas e gente bonita. À noite, durante o verão, as ruas, praças e restaurantes ficam lotados.

É procedente assinalar que a informação foi facilitada pela Voali. Edição, Área Jornalística Oitravels.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: