Como aproveitar uma visita à Teresópolis

O Estado do Rio de Janeiro é sinônimo de sol, praia e calor, mas também reserva bons destinos para quem prefere um clima mais ameno e longe da areia. Uma viagem pela  região serrana do Rio, por exemplo, é uma ótima pedida, e saiba que há muito o que fazer em Teresópolis nos meses de outono e inverno.

Parque Nacional da Serra dos Órgãos
Foto: Reprodução | Carlos Perez Couto/Wikimedia Commons

O Parque Nacional da Serra dos Órgãos (PARNASO) foi criado em 1939 para proteger a fauna e a flora da região e abrange mais de 20 mil hectares entre os municípios de Teresópolis, Petrópolis, Magé e Guapimirim.De acordo com o site oficial do parque, a temperatura varia em média entre 13˚C e 23˚C, mas alguns dos picos mais altos podem chegar a máximas de 38˚C e mínimas de -5˚C, então prepare-se para sentir um firozinho.Caso você escolha explorar as trilhas do parque, poderá ver de perto exemplares de 462 espécies, das quais 120 delas estão ameaçadas de extinção.

Outro ponto forte do local é o montanhismo.Até porque, Teresópolis é conhecida como a capital nacional desse esporte, e os principais picos a serem explorados são o Pico da Pedra do Sino, com mais de 2,2 mil metros de altura, o Pico da Pedra do Açu, também com mais de 2,2 mil metros, e o Pico do Dedo de Deus, o mais famoso de todos, cujo cume fica a mais de 1,6 mil metros do nível do mar.

Você também pode desfrutar de banhos de cachoeira e até mesmo descansar em meio à natureza nos diversos pontos para camping que o parque disponibiliza nas proximidades de suas sedes de Teresópolis e Guapimirim. Para aproveitar as atrações do PARNASO, porém, você terá de pagar pelos ingressos para os diferentes pacotes disponibilizados no site do parque, com limite de 5 ingressos por compra.

Sede da CBF
Foto: Reprodução | Visite Teresópolis

Por outro lado, se você quiser aproveitar um pouco de natureza e ver de perto os craques da seleção brasileira, pode dar uma passada no Lago Comary, que fica em um condomínio da região com vista para a sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Outra opção para apreciar uma vista da Granja Comary e da sede da CBF em meio à natureza, segundo Jairo, é percorrer a Trilha da Tartaruga, no Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis (PNMMT), o maior do tipo no estado do Rio de Janeiro. A trilha também permite uma vista completa da cidade e de outras montanhas que a cercam.

Mas fique tranquilo: não é só de longe que você poderá ver a sede da CBF. Durante a temporada de férias, ou mediante autorização em finais de semana ao longo do ano, os turistas também podem visitar o centro de concentração dos grandes talentos da seleção brasileira.

Museu José Francisco Lippi
Foto: Reprodução | Visite Teresópolis

Mas, se aproveitar a cultura tradicional de um lugar é mais o seu estilo, Teresópolis tem roteiros de sobra para você. Um ótimo ponto de partida é visitar o Museu José Francisco Lippi, na fazenda Nossa Senhora da Conceição.

Após 20 anos fechado, o sobrado sede da fazenda se tornou utilidade pública, segundo a Secretaria de Turismo da cidade, e além de possuir um acervo que documenta a história do vilarejo de Venda Nova, agora é integrado ao Espaço Cultural Lúdico Pedagógico, onde acontecem contações de histórias e ficam atrações como uma loja de artesanato e uma cabana de leitura.

Na casa de fazenda herdada por José Luiz Lippi Leite (neto de José Francisco), a sua esposa, a professora Regina Furtado, recebe os visitantes com roupas de época para contar a história do imigrante que nomeia o museu, e fazer um tour completo pela propriedade, antes de “servir deliciosos quitutes”, segundo o guia.

Artesanato local no Espaço Vem da Serra
Foto: Reprodução | Visite Teresópolis

Para quem é fã de artesanato, uma visita é recomendada ao Espaço Vem da Serra, onde o artesão Alex Toscano, em parceria com a FAPERJ (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro), desenvolveu um material chamado eco-mármore, que usa aglutinantes e restos de sacos de cimento para criar uma matéria-prima nobre e ecológica.

Feirinha do Alto de Teresópolis
Foto: Reprodução | O Diario de Teresópolis

Se preferir algo mais descontraído, com um ar de feira livre mesmo, você pode recorrer à Feirinha de Teresópolis para incentivar os artesãos da região e encontrar o que fazer em Teresópolis.

Dentre as diversas opções, merecem destaque as barracas que vendem peças de vestuário, que vão de peças importadas a roupas de confecção local.

É procedente assinalar que a informação foi facilitada pela Turismo IG/André de Godoy. Foto de Portada Le Canton. Edição, Área Jornalística Oitravels.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: