Cidades no México que são Patrimônio da Humanidade

O México é um país que guarda muitos encantos, tanto que muitas cidades são reconhecidas como Patrimônios da Humanidade pela UNESCO. As cidades contam com muitas referências arquitetônicas da época colonial, como construções antigas e outros atrativos culturais carregados de história que são ideais para visitar.

O país possui 10 cidades que foram catalogadas pela UNESCO. Confira a lista de destinos que vão encantar os turistas pela arquitetura e história que carregam.

1. Puebla
Foto: Reprodução | Luces Mexicanas

Com arquitetura majestosa, a cidade é, desde 1987, considerada um Patrimônio Mundial. A região está localizada a cerca de 100 km da Cidade do México e fica próxima ao vulcão Popocatepetl. Quem gosta admirar paisagens urbanas, vai adorar conhecer esse destino com estilo barroco.

2. Tlacotalpan
Foto: Reprodução | El Souvenir

Ruas largas, casas com colunatas, muita cores e outras características ainda são preservadas da era colonial. A região foi fundada pelos espanhóis por volta do século 16 e fica na costa do Golfo do México . A cidade do porto fluvial de Tlacotalpan é, desde 1998, um Patrimônio Mundial devido ao bom estado de conservação. Até as plantas são cuidadas e preservadas, e as antigas árvores ajudam a compor a paisagem dos espaços públicos e privados.

3. Cidade Histórica de Guanajuato
Foto: Reprodução | Antonio Ramblés Travels

O que marca a história dessa cidade é a mineração. Foi fundada pelos espanhóis no século 15, mas a atividade mineradora passou a se desenvolver no século 18. Nos bairros, era comum encontrar ruas subterrâneas e poço, por isso o apelido de “Boca do Inferno”. O local possui uma profundidade de 600 metros. A principal extração na mineração era de prata. Com grande valor histórico e arquitetônico, entrou na lista da UNESCO em 1988.

4. San Miguel de Allende
Foto: Reprodução | Plan B Viajero

A região foi fundada para proteger a estrada real do país, no século 16. Com o passar do tempo foi se desenvolvendo e no século 18 mudou com as construções ao estilo barroco mexicano que começaram a aparecer. Em 2008, o local se tornou Patrimônio Mundial devido as riquezas artísticas, urbanísticas e arquitetônicas.

5. Querétaro
Foto: Reprodução | Tips para tu Viaje

A mistura de características indígenas e espanholas herdadas do período colonial torna esse destino especial. Foi reconhecido pela UNESCO em 1996, e ainda preserva as principais e originais ruas indígenas e os projetos geométricos elaborados pelos espanhóis.

6. Campeche
Foto: Reprodução | Visit Mexico

A cidade portuária caribenha tem um estilo barroco e foi reconhecida pelo sistema de fortificações. É um bom exemplo da arquitetura militar hispano-americana, que são marcas dos séculos 17 e 18. Passou a compor a lista de Patrimônios Mundial, em 1999 e até hoje encanta turistas do mundo todo.

7. Centro Histórico de Morelia
Foto: Reprodução | Zona Turística

Localizada no topo de uma colina, a região conta com planejamento arquitetônico bem característico, que pode ser percebido até nos edifícios históricos que cercam a região – todos em tons pasteis, algo típico do local. Passou a fazer parte da lista da UNESCO em 1991, pelo valor histórico e por ser um centro de difusão de ideais libertários, no início do século 19.

8. Centro Histórico de Xochimilco
Foto: Reprodução | Órale

Contando com a presença da cultura Aztec nas ruínas do Templo Mayor e pela riqueza colonial, a cidade passou a ser um patrimônio em 1987. A antiga capital asteca foi construída sobre as ruínas de Tenochtitlan e, hoje, é uma das mais populosas do mundo. Possui a maior catedral do continente e vestígios de cinco tempos astecas.

9. Centro Histórico de Oaxaca
Foto: Reprodução | Amanda Viaja

Assim como outras cidades, Oaxaca possui referências arquitetônicas das cidades coloniais espanholas. Os edifícios são considerados obras-primas e combinam com as características sísmicas presentes na região. Tornou-se um Patrimônio Mundial em 1987.

10. Zacatecas
Foto: Reprodução | City Express

Construída nas encostas íngremes de um vale estreito, essa região foi fundada em 1546 e foi reconhecida pela UNESCO em 1993. A principal atração do local é catedral que foi construída entre 1730 e 1760. A construção mescla elementos europeus com indígenas, resultando em uma obra arquitetônica muito admirada.

É procedente assinalar que a informação foi facilitada pela IG Turismo. Foto de Portada Luces Mexicanas. Edição, Área Jornalística Oitravels.

Reservamo-nos o direito de corrigir eventuais erros de publicação deste material, Oitravels não é responsavel por material gráfico que não expresse claramente o copyright.

InShot_20210408_143808379

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: