Beirute, a bela e moderna capital do Líbano

O Líbano é um país do Oriente Médio que se destaca dos outros países da região por ser mais liberal e ter mais a cara de Ocidente, um exemplo disso é que dificilmente você vai encontrar mulheres trajando burca. A cidade de Beirute, além de linda, moderna e acolhedora, é também tranquila.

Foto: Reprodução | Divulgação/Portal VG

Nesse país, o contraste costuma imperar. Igrejas e mesquitas se encontram lado a lado, com o passado e o presente convivendo pacificamente. Resumindo: Beirute resiste ao tempo, mas também tira proveito dele.

Pontos turísticos
Foto: Reprodução | Lonely Planet

Como ponto de partida para a sua visita a Beirute, não deixe de visitar Pigeon Rocks, formação rochosa que possui uma bela vista para o Mar Mediterrâneo, o qual faz parte da paisagem libanesa e a torna ainda mais deslumbrante.

Foto: Reprodução | Libanon in a Picture

A Solidére Clock Tower, torre construída pelos franceses e localizada no coração da cidade, pode ser o início do seu passeio pela área histórica. Ao lado dessa atração, estão ministérios, ruínas, uma igreja e a sede do parlamento.

Foto: Reprodução | Marwan Harmouche

Em seguida, siga até o National Museum of Beirut, principal museu do país, que conta com um acervo de mais de 100 mil objetos, entre materiais arqueológicos, estátuas e sarcófagos expostos ao público.

Foto: Reprodução | American University of Beirut

Por falar em museus, não deixe de visitar o Archaeological Museum of the American University of Beirut para aprofundar o seu conhecimento sobre a história do país. O lugar conserva, por exemplo, vidros fenícios e moedas árabes em seu acervo.

Foto: Reprodução | Joel Carillet/Getty Images

Considerada o coração da cidade, a Praça de Martyr recebeu esta nominação em homenagem aos mártires ali executados, durante o domínio otomano. No espaço, é possível visitar o Mausoleum de Rafik Hariri, uma homenagem ao presidente assassinado, que abriga ruínas romanas e a Mesquita de Mohammad Al-Amin.

Foto: Reprodução | Divulgação/Tripadvisor

O templo, concluído em 2008, possui paredes de cor de areia, cúpulas azuis e quatro mirantes em estilo otomano. Os ornamentos no teto da mesquita são impressionantes. Não é preciso dizer que esse é um dos cartões-postais de Beirute.

Foto: Reprodução | Divulgação/Tripadvisor

Na cidade, há várias religiões que convivem bem entre si. A Catedral de St. George Maronita é um exemplo dessa pluralidade religiosa em Beirute. Construída no século 18, é inspirada na Basílica de São Pedro, no Vaticano.

Foto: Reprodução | Lebanon in a Picture

Herança de Roma, a região ainda preserva relíquias romanas, dentre as quais estão as Termas Romanas, localizadas em um sítio arqueológico descoberto em 1969, mantido em atividade até 1997. Vale também conhecer a Muralha Medieval de Beirute, que era a proteção da cidade.

Foto: Reprodução | Divulgação/Tripadvisor

Continuando a rota pelos lugares religiosos, conheça a Mesquita Al-Omari, construída em 1115 como uma igreja católica, e que foi convertida em mesquita, em 1921. À noite, a construção fica ainda mais bonita, com uma iluminação especial.

Vale também dar uma esticadinha até o bairro Hamra, super alegre e badalado. Na sequência, você vai encontrar o bairro de Ras Beirute, que tem como principal ponto de interesse a Universidade Americana.

Foto: Reprodução | Divulgação/Xixerone

Para curtir como um habitante local, siga até o Corniche, calçadão que contorna o Mar Mediterrâneo e abriga boas opções de barzinhos. Aliás, se você gosta de baladas, saiba que Beirute tem uma vida noturna agitadíssima.

A Rua Monot, no bairro Achrafieh, é um dos points da cidade, com bares e casas noturnas para todos os gostos. O Skybar, localizado no topo do edifício BIEL Complex, é outro ponto que você deve conhecer.

Outras atrações locais são os super hotéis instalados na cidade. Que tal conhecê-los e, quem sabe, se hospedar em um deles? Os mais luxuosos e que se destacam são o Intercontinental Le Vendome Hotel, o Intercontinental Phoenicia Beirut Hotel, o Four Points by Sheraton Le Verdun e o Warwick Palm Beach Hotel.

De Beirute, visite outras localidades

Passeios bate-volta e estada em outras cidades devem ser consideradas, pois é impossível conhecer o Líbano apenas por sua capital. As ruínas da cidade de Jbeil, localizada a 38 km de Beirute, são uma boa opção para um passeio de um dia.

Foto: Reprodução | Mairon pelo Mundo

Byblos, a cerca de 35 km de distância, também vale a pena ser visitada. A região oferece paisagens incríveis, com um cenário à beira-mar. Não deixe de conhecer suas igrejas centenárias, experimentar as limonadas locais e ir até as cavernas de estalactites.

Foto: Reprodução | Divulgação/Twitter

A 20 km de Beirute, o belo templo mariano de Harissa, que fica no alto de uma colina, possui um cenário incrível, com vista para as águas azuis do mar. Aproveite a proximidade com a Gruta de Jeita, um complexo de duas cavernas interligadas por um túnel. Dá para visitar esses dois pontos turísticos no mesmo dia!

Foto: Reprodução | Divulgação/Kaleela

Consideradas as maiores ruínas romanas intactas, os templos de Baalbek são parada obrigatória numa viagem ao Líbano. Eles estão localizados no antigo território fenício, que se tornou romano sob o comando do imperador Augusto. Até hoje, os locais guardam importantes marcas dessa ocupação.

Foto: Reprodução | Anton Ivanov/Shutterstock

O templo de Júpiter é o maior do complexo, com pedras que pesam de 900 a 1400 toneladas, todas perfeitamente encaixadas e alinhadas.

Que tal dar uma passadinha no Vale do Baalbek? Por lá, estão algumas das vinícolas mais famosas do Líbano. As vinícolas do Chateau Kefraya e o Ksara são abertas ao público e oferecem almoço e degustação de vinhos aos visitantes nos fins de semana.

Foto: Reprodução | Mil e uma Viagens

Por falar em vinho, você com certeza, já ouviu falar de Canaã. Trata-se da mesma região mencionada na Bíblia, como o primeiro lugar onde um milagre de Jesus Cristo foi realizado: a transformação da água em vinho. As jarras do milagre ainda estão por lá! Muito próximo a elas, há uma caverna bem conservada, protegida pela ONU e reconhecida pelo Vaticano.

Foto: Reprodução | Divulgação/Pinterest

Próximo a Canaã, visite também as ruínas Sidon e de Tiro, antigas cidades fenícias da costa do Mediterrâneo, localizadas a mais de 80 km de Beirute.

Informações úteis para a sua viagem
  • Turistas brasileiros precisam de visto para entrar no país.
  • Apresentar um teste PCR negativo ( no máximo 96 horas antes da viagem), mais um novo teste que será feito ao chegar no aeroporto em Beirute, ficar 4 noites no hotel ( lista do Ministério de Turismo) para fazer um terceiro teste.
  • No caso de positivo do terceiro teste terá que fazer uma quarentena obrigatória. Diplomatas libaneses e agentes diplomáticos estrangeiro terão a obrigação do teste negativo e e terão que permanecer em isolamento domiciliar por 5 dias. A medida também serve para quem já recebeu as duas doses da vacina para Covid-19.
  • A moeda utilizada é a libra libanesa.
  • A língua oficial do país é o árabe, mas o inglês e o francês são bem conhecidos.
  • Mesmo sendo uma cidade grande, o transporte público é praticamente inexistente em Beirute. Portanto, táxis comuns e compartilhados acabam sendo a melhor maneira para se locomover pela cidade. Regra de ouro: negocie o preço da corrida antes de iniciá-la. Assim, você evitará surpresas desagradáveis, uma vez que os táxis não têm taxímetros.
  • Para ir de Beirute a outras cidades, o melhor jeito é de ônibus intermunicipal.
  • Não ter um carimbo de Israel em seu passaporte. Os dois países não mantêm relações diplomáticas. Caso você já tenha estado em Israel, troque o seu passaporte para garantir a entrada no Líbano. Se você for passar pelos dois países no mesmo roteiro, visite o Líbano e depois Israel.
  • O certificado internacional de vacina contra a febre amarela é obrigatório para entrada no país.
  • Gorjetas são bem-vindas e fazem parte dos hábitos locais.
  • Em suas compras, não deixe de barganhar e negociar o preço final dos produtos. Vale lembrar que esta é uma prática válida em outros países do Oriente Médio.

É procedente assinalar que a informação foi facilitada pela Hoteis. Foto de Portada Divulgação/Get Your Guide. Edição, Área Jornalística Oitravels.

Reservamo-nos o direito de corrigir eventuais erros de publicação deste material, Oitravels não é responsavel por material gráfico que não expresse claramente o copyright.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: