O que fazer em Paraty e arredores

Localizada no litoral sul do Rio de Janeiro, Paraty foi declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco em julho de 2019. O Município de Paraty apresenta referências culturais materiais e imateriais remanescentes do seu povoamento pré-histórico e de seu histórico colonial; conjugadas aos costumes e cultura das populações tradicionais que ainda habitam seu território.

Foto: Reprodução | Divulgação/RentCars

Pelas ruas de pedra irregular, circulam, a pé, turistas do mundo inteiro, atraídos pela beleza da arquitetura típica do Brasil Colônia. As casas históricas foram requalificadas como pousadas, restaurantes, lojas de artesanato e museus, em meio a apresentações de músicos populares e de estátuas vivas.

No entanto, Paraty é muito mais que apenas uma pequena cidade histórica. Costeada por montanhas cobertas do denso verde da mata atlântica, a cidade é rodeada de Parques e Reservas Ecológicas, fazendo da região uma das mais preservadas do Brasil. Há mais de 60 ilhas e 90 praias em Paraty, boa parte delas acessível somente de barco ou trilhas.

Experimente um pouco da gastronomia de Paraty em seus cafés, bares, restaurantes e bistrôs, onde você encontrará doces típicos da cidade como massapão e manuê de bacia. A gastronomia tem como base os pescados e frutos do mar, priorizando os produtos produzidos pelas comunidades locais. Conheça os melhores pontos turísticos de Paraty:

1 – Centro Histórico de Paraty
Foto: Reprodução | Divulgação/Volto Logo

O Centro Histórico marca o ponto onde nasceu Paraty. O local é ponto de parada obrigatório entre os turistas. Formado por um conjunto com menos de 20 ruas à beira da baía de Paraty, o Centro Histórico pode ser percorrido em uma tarde. O calçamento em pedras pé de moleque e as casas com portas e janelas coloridas são as principais marcas do local.

Para entender o centro histórico, faça um tour guiado. Os passeios têm duração média de 2h e apresentam detalhes sobre o período em que, aos pés do Morro do Forte e ao redor da construção original da Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, Paraty foi estabelecida e declarada independente de Angra dos Reis.

2 – Museu de Arte Sacra de Paraty
Foto: Reprodução | Paraty Turismo e Ecologia

O Museu de Arte Sacra de Paraty funciona na Igreja de Santa Rita, cartão-postal da cidade e possui um acervo de peças de barro, madeira e metal dos séculos XVII, XVIII, XIX, chegando até o início do século XX. São todas peças encontradas em Paraty, nas igrejas do Centro Histórico e também nas igrejas da área rural e costeira. O altar principal e os retábulos laterais encontram-se preservados, já que a igreja, embora abrigue o museu, ainda mantém a sua função religiosa, principalmente nas festas do amplo calendário litúrgico de Paraty.

3 – Igreja de Nossa Senhora dos Remédios
Foto: Reprodução | Acervo Digital da Unesp

Antiga capela que deu origem ao povoado de Paraty, a matriz foi construída em 1873. Em estilo neoclássico, chama atenção pela sobriedade e imponência das torres. Além do altar-mor, onde está a imagem da padroeira da cidade, abriga outros quatro pequenos altares e duas capelas.

4 – Casa da Cultura de Paraty
Foto: Reprodução | Mapa de Cultura RJ

Localizada no Centro Histórico, a Casa da Cultura é o principal equipamento cultural público da cidade que é patrimônio nacional do Brasil. Tem como objetivos, tanto a preservação e valorização do patrimônio cultural de Paraty, quanto o fomento à criação, produção e difusão de todas as manifestações artísticas na cidade.

5 – Museu Forte Defensor Perpétuo
Foto: Reprodução | Divulgação/Curta RJ

A construção onde funciona o Museu do Forte Defensor Perpétuo foi erguida em 1793, no primeiro núcleo de povoamento da cidade de Paraty, então chamada Vila de São Roque. O forte foi construído com o intuito de proteger o escoamento do ouro da Estrada Real, bem como a produção de açúcar da região.

Nos anos 60, foi restaurado pelo IPHAN. Na década de 70 o monumento foi aberto à visitação com a montagem da exposição “Referência Documental acerca da Vila de Nossa Senhora dos Remédios de Paraty”, no Quartel da Tropa, com réplicas de documentos, mapas e alguns objetos. Ao acervo do forte estão integradas peças autênticas, confeccionadas na Grã-Bretanha, como os canhões do tipo (padrão) “12 Tiros”.

6 – Cachoeira da Pedra Branca e Poço Usina
Foto: Reprodução | Divulgação/Curta RJ

A Cachoeira da Pedra Branca está entre as mais movimentadas de Paraty. Por ser uma das mais tranquilas e belas da região, ela faz parte da rota comum de passeios de jeep. A cachoeira está localizada em área particular, próxima à estrada Paraty-Cunha, e o acesso pela pista de terra é feito em 4X4. O local oferece bons pontos para mergulho, além de permitir o banho nas quedas d’água.

7 – Ilha Comprida
Foto: Reprodução | Divulgação/Scoopnest

Ela está entre as paradas mais populares dos barcos que partem do cais do Porto de Paraty com turistas. A Ilha Comprida é um sonho para os visitantes que curtem mergulhar cercados por vida marinha. A ilha não oferece praia, mas tem uma enorme piscina onde é possível curtir o mergulho com snorkel. Os barcos costumam oferecer o aluguel do equipamento e também espaguetes para flutuação.

8 – Praia de Fora ou Praia dos Ranchos
Foto: Reprodução | Portal de Trindade

Principal praia da Vila de Trindade, a 24 km do Centro Histórico, a Praia de Fora recebe os visitantes que gostam de curtir praias com infraestrutura. A praia está localizada ao longo da principal rua da Vila e oferece vários restaurantes, quiosques e pousadas. O acesso pode ser feito de carro, van ou em ônibus de linha urbana. Excelente opção para passar o dia.

9 – Praia do Meio
Foto: Reprodução | Paraty Trindade

Preferida entre as famílias com crianças, a Praia do Meio tem mar extremamente tranquilo e raso. A praia, em forma de enseada, tem bares, quiosques, passeios de barco, aluguel de SUP e caiaque. A Praia do Meio é ponto de passagem para quem está fazendo a trilha até as Piscinas Naturais do Cachadaço.

10 – Piscina Natural do Cachadaço
Foto: Reprodução | Thiago Rabello

Uma das mais famosas atrações de Paraty, a Piscina Natural do Cachadaço está entre as prediletas dos turistas que visitam a Vila de Trindade. A piscina é formada por uma área de mar protegida por grandes pedras. A profundidade na maior parte não ultrapassa um metro. Leve seu snorkel e aproveite a vida marinha abundante na área.

É procedente assinalar que a informação foi facilitada pela Cristiane Siqueira/Turismo & Cia. Foto de Portada Vani Ribeiro/Wikipédia. Edição, Área Jornalística Oitravels.

Reservamo-nos o direito de corrigir eventuais erros de publicação deste material, Oitravels não é responsavel por material gráfico que não expresse claramente o copyright.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: