O que Visitar em Colônia, na Alemanha

Colônia ou Köln é a quarta maior cidade do país. Ela foi fundada pelos romanos e por isso é considerada uma das cidades mais antigas da Alemanha. É difícil visitar o país e não estender o passeio a essa belíssima cidade que desperta a atenção de turistas devido a sua catedral gótica e o famoso carnaval de inverno.

A cidade é repleta de atrações incríveis, lendas curiosas e muita música. Colônia é uma belíssima cidade que possui mais de 12 igrejas românicas e é cortada pelo famoso rio Reno. Além disso ela possui cerca de três museus e várias casas de show, o que faz dela um dos maiores centros do país.

Onde fica Colônia

Colônia está na parte oeste da Alemanha, bem perto de outras cidades médias, por exemplo Bonn (24 km) Dusseldorf (34 km) Dortmund (73 km) Frankfurt por exemplo está a 152 km. Colônia também fica perto da fronteira com a Holanda e com a Bélgica.

O que visitar

1. Ponte de Colônia (Hohenzollernbrücke)
Foto: Reprodução | Divulgação/Batatolandia

Nada melhor do que começar um passeio pela ponte de Colônia que é o segundo atrativo turístico que mais chama atenção e o mais romântico do mundo. É um verdadeiro cartão postal que você pode acessar facilmente a pé.

A ponte fica localizada ao lado da estação ferroviária central. A ponte possui mais de 409.000 metros de extensão e é repleta de cadeados. Trata-se de uma verdadeira tradução do romantismo.

Os milhares de cadeados foram colocados após uma famosa lenda em que o rapaz jurou amor eterno a sua amada e decidiu escrever os seus nomes no cadeado. Logo em seguida prendeu o cadeado na ponte e jogou a chave no rio.

Assim a única forma de acabar com o amor existente entre eles seria achar a chave e abrir o cadeado. Por isso milhares de casais apaixonados realizam esse ato simples e singelo de amor.

2. Catedral de Colônia (Kölner Dom)
Foto: Reprodução | Divulgação/Descubre Westfalia

A catedral de Colônia é sem dúvida nenhuma o principal atrativo turístico da cidade. A catedral se destaca pela sua imponência e por ser uma construção antiga que foi realizada durante o século XIII. No interior da catedral há várias relíquias e tesouros milenares.

A título de curiosidade, a catedral é considerada a maior do seu gênero na Alemanha e durou cerca de 600 anos para ser concluída. Ela guarda as relíquias que são associadas aos Reis Magos desde o ano de 1164.

Além disso, a catedral sustenta uma torre de igreja que é considerada a mais alta do planeta com cerca de 157 metros de altura. Quando for visitá-la observe a pequena fonte presente ao lado da igreja.

Nela há uma mulher munida com um lampião e uma trupe de pequenos gnomos (Heinzelmännchen) que trabalham a noite para realizar o trabalho dos habitantes de Colônia enquanto estes dormem tranquilamente.

Segundo a lenda, um dia eles acabaram abandonando a cidade furiosos porque uma mulher os tentou desmascarar e nunca mais voltaram. Consequentemente, os habitantes de Colônia, desde então, precisam trabalhar… E muito!

Uma das coisas mais difíceis em Colônia é fotografar a catedral inteira porquê ela é simplesmente gigantesca!

3. Museu do Chocolate (Schokoladenmuseum)
Foto: Reprodução | Divulgação/TripAdvisor

Existe uma delícia única em Colônia que é o seu famoso Museu do Chocolate que fica próximo à Catedral de Colônia, as margens do Rio Reno. O museu foi inaugurado em outubro de 1993. Curiosamente o museu é todo em vidro.

São três andares em que se tem a oportunidade de conhecer a história do chocolate, desde a sua fabricação até o ponto de comercialização. Para se ter uma ideia, todos os dias são fabricados cerca de 400 quilos de chocolate. O museu é considerado o maior do mundo em sua categoria.

Ao fazer uma visita ao museu você terá a oportunidade de conhecer toda a história do chocolate, algo em torno de mais de 3.000 anos. Neste tempo todo, até as importantes civilizações antigas como os Maias e os Astecas já apreciavam a iguaria.

Curiosamente, durante o século XVI na Europa, o chocolate era um alimento consumido pela nobreza, a qual a degustava com todo o requinte: em pratos de porcelana e com utensílios em prata.

4. Castelos de Augustusburg e Falkenlus
Foto: Reprodução | Divulgação/Dreamstime

Trata-se de duas belas obras arquitetônicas que possuem jardins e que foram totalmente incluídos na lista da UNESCO como Patrimônio da Humanidade desde 1984.

Não é exatamente em Colônia, mas é muito perto e vale a pena visitar. Um dos maiores destaques dessas obras arquitetônicas é que o conjunto monumental é referência no Rococó.

Foto: Reprodução | Divulgação/TripAdvisor

Acabaram se tornando museus, os quais são abertos hoje ao público. Então se você gosta de arquitetura e quer aprender um pouco mais sobre o Rococó esse conjunto arquitetônico é uma obra prima indispensável no seu passeio.

Por ora, o castelo de Augustusburg está diretamente ligado a história da grande arquitetura europeia ocorrida na primeira metade do século XVIII, com destaque para o elemento central que é a escadaria, a qual foi projetada por Balthasar Neumann. Tal obra é considerada uma proeza, tanto como uma criação dinâmica como no que diz respeito a elegância.

Já o castelo de Falkenlus foi construído entre 1729 e 1737. Era um dos castelos de verão preferidos pelo príncipe da época. É uma obra incrível de tirar o fôlego!

5. Museu Romano-Germânico
Foto: Reprodução | Divulgação/Visita Colonia

Localizado ao lado da Catedral de Colônia, o museu teve sua inauguração em 1970. Nele você realiza duas visitas devido a fusão das suas coleções. O interior do museu conta com objetos que retratam mais de 100 mil anos de história não só da Alemanha, mas também de antigas civilizações da região. É uma verdadeira aula e vivência histórica!

6. Museu do Perfume
Foto: Reprodução | Divulgação/Mapio.net

Sabe aqueles perfumes no estilo “colônia” e “deo colônia”? Poderia imaginar que em plena cidade alemã de Colônia existe um museu dedicado aos perfumes?

Pois bem, tal possibilidade cheirosa é real graças ao italiano Giovanni Maria Farina que erradicou na cidade por volta do início do século XVIII, e criou a famosa “Água de Colônia” por volta de 1780.

A fragrância ficou conhecida mundialmente a partir do século XVIII devido a sua fragrância que era bastante requisitada pela nobreza da Europa, e sem contar que era a preferida de grandes artistas como Mozart e, mais recentemente, Bill Gates. O museu está localizado em frente à prefeitura. A água mais famosa do mundo é hoje produzida pela oitava geração da família Farina.

7. Jardim botânico de Colônia
Foto: Reprodução | Divulgação/Expedia

A Flora e Jardim Botânico de Colônia ou “Flora und Botanischer Garten Köln” é um dos espaços públicos em Colônia mais aprazíveis. Trata-se de um parque municipal de aproximadamente 11,5 hectares que fica aberto diariamente.

O belíssimo jardim remonta a 1863, quando surgiu uma sociedade anônima privada que organizou a criação do parque e flora para substituir o antigo jardim botânico da cidade que ficava próximo a catedral e que foi destruído em 1850, para que fosse realizada a construção de uma estação ferroviária central.

O jardim possui estilo alemão eclético com alguma incorporação do barroco francês e outros como o renascimento italiano. Nele você encontra mais de 10 mil tipos de plantas, inclusive magnólia e até outras de cunho medicinal.

Na área central há uma estrutura em palácio de vidro inspirada no Palácio de Cristal de Londres. É encantador a diversidade de cores do jardim!

8. Praetorium
Foto: Reprodução | Divulgação/Tropter

Este é um atrativo à parte de Colônia, pois trata-se do conjunto de ruínas que foram encontradas durante a reconstrução da cidade assim que ela foi bombardeada na Segunda Guerra Mundial.

E para surpresa dos alemães descobriu-se que o local foi a sede do governo romano. Curiosamente essa construção ficava de um lado enquanto do outro lado ficava os chamados bárbaros.

Vale a pena para quem gosta de conhecer um pouco mais sobre sítios arqueológicos, já que essa arquitetura das ruínas apresenta uma engenharia bastante interessante. Curiosamente ela já contava com um sistema de esgoto avançado.

9. Museu Wallraf-Richartz
Foto: Reprodução | Divulgação/Thomas and Archikey.com

O museu Wallraf-Richartz é considerado o mais antigo da cidade, e é famoso por uma pintura especial entre diversas obras de artistas renomados como Vincent Van Gogh e Courbet. Nele está abrigado um falso quadro de Claude Monet.

O quadro é datado do século XX e acabou sendo considerado durante muitas décadas como um Monet genuíno, mas em 2008 foi realizado uma radiografia e constatou-se que o quadro, na verdade, possui um segredo – ele não era o legítimo, e sim uma pintura falsificada.

Desta forma, vale a pena uma visita dos amantes da arte, principalmente da pintura para que possam neste desafio reconhecerem os detalhes da falsificação do quadro.

10. Ruas de Colônia
Foto: Reprodução | Divulgação/Hola

Colônia possui um detalhe bastante curioso e único. Quando você está circulando pelas ruas da cidade é bastante provável que sinta fome devido ao constante tom amarelo nas fachadas, mas o que mais chama atenção nisso tudo é que existem bananas fixadas nas paredes.

Você pode estranhar isso a princípio, mas é que, na verdade, existe um fato curioso por trás da fruta: trata-se de uma assinatura de um artista de rua conhecido como Thomas Baumgärtel.

Este artista ousado resolveu chamar a atenção dos visitantes fixando as bananas como forma de criar um mapa, para que os visitantes pudessem assim conferir os principais locais culturais que não podem ser deixados de receber sua visita.

11. Mercados de Natal de Colônia
Foto: Reprodução | Divulgação/Tripadvisor

Se você por acaso for para Colônia durante o mês de inverno, aproveite para conhecer um dos mercados natalinos de Colônia. Colônia geralmente tem alguns mercados diferentes.

Como chegar em Colônia

A maioria das pessoas que chegam em Colônia, chegam de trem vindas de outras cidades da Alemanha. Colônia é bem interligada as principais cidades alemãs, e os trens na Alemanha são bem eficientes.

De avião, há voos para as principais cidades na Europa. Há principalmente voos com empresas low cost como a Eurowings e a Ryanair.

Outras cidades para conhecer perto de Colônia

Dá para incluir Colônia numa viagem com outras cidades da Alemanha já que ela fica bem perto de outras cidades médias, por exemplo Bonn (24 km) Dusseldorf (34 km) Dortmund (73 km) Frankfurt por exemplo está a 152 km.

Pode também incluir numa viagem com outras capitais ( e não só Berlim!) uma vez que Paris, Bruxelas e Amsterdam ficam a menos de 4h de trem de Colônia.

É procedente assinalar que a informação foi facilitada pela Paula Augot/No Mundo da Paula. Foto de Portada Divulgação/ Como Viajar. Edição, Área Jornalística Oitravels.

Reservamo-nos o direito de corrigir eventuais erros de publicação deste material, Oitravels não é responsavel por material gráfico que não expresse claramente o copyright.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: