Circuito Chico, o passeio mais clássico em Bariloche

É o caminho mais tradicional de Bariloche, um passeio encantador onde a cidade, os bosques, os lagos e as montanhas se integram em uma única paisagem. Se você está com planos de visitar Bariloche pela primeira vez, o Circuito Chico é um excelente passeio para fazer.

Foto: Reprodução | Diario Vivo

Em quatro horas, é possível percorrer 65 quilômetros, margeando o sul do lago Nahuel Huapi. O tour é ideal para quem quer conhecer um panorama da região, já que ele corta a cidade quase toda.

Foto: Reprodução | Bariloche Turismo

Durante o trajeto encontram-se várias casas de chá, restaurantes, churrascarias e cervejarias, onde é possível degustar as delícias da gastronomia local. Há também várias lojas onde é possível comprar velas, tecidos, cerâmicas, objetos de madeira, artigos de couro, produtos de beleza à base de rosa mosqueta ou lavanda e todo tipo de artesanato.

Rota Circuito Chico
Foto: Reprodução | Patagonia.com.ar

O passeio começa no centro da cidade, seguindo pela margem sul do lago Nahuel Huapi, avançando pela avenida Bustillo, você encontra o Club Regatas na altura do quilômetro 20 – é lá onde fica a península de San Pedro.

Foto: Reprodução | Llao Llao Resort

Passando a península, chega-se à Villa Llao Llao, no quilômetro 23. Aqui tem mais um mirante lindíssimo, localizado no Hotel Llao Llao, com seu imponente marco natural. O parque municipal Llao Llao é ótimo para caminhadas, e a capela San Eduardo traz a arquitetura que se integra com a natureza ao redor. Bem perto encontra-se o porto Pañuelo, ponto de partida das excursões de barco para a ilha Victoria, o bosque de Arrayanes e o porto Blest.

Foto: Reprodução | Pinterest

O circuito segue para a península Llao Llao e no quilômetro 30 começa o caminho que leva à Villa Tacul, rumo ao Lago Escondido. Saindo da península, no quilômetro 33, o caminho atravessa a ponte do arroio Angostura, até a área da Bahia López, com os imponentes paredões rochosos dos montes López e Capilla.

Foto: Reprodução | Civitatis

Continuando pelo Circuito Chico, ao chegar ao quilômetro 40, o turista encontra outro ponto panorâmico, a 945 metros acima do nível mar, com uma excelente vista do lago Moreno e da península Llao Llao.

Foto: Reprodução | Con mi Mochila Cuestas

Continuando pela margem do lago Moreno, na altura do quilômetro 42, é possível conhecer Colônia Suiza para visitar suas chácaras e campings e ainda saborear um delicioso chá.

Foto: Reprodução | Viator

Voltando ao caminho do circuito, cerca de 17 quilômetros do centro da cidade, está o monte Campanário: do mirante e da confeitaria localizada acima do monte há vistas panorâmicas impressionantes. A partir do quilômetro 45, retoma-se o caminho de volta, rumo à Bariloche.

É procedente assinalar que a informação foi facilitada pela Bariloche Turismo. Foto de Portada Divulgação/ Civitatis. Edição, Área Jornalística Oitravels.

Reservamo-nos o direito de corrigir eventuais erros de publicação deste material, Oitravels não é responsavel por material gráfico que não expresse claramente o copyright.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: