Conheça Miranda, o Portal do Pantanal

Localizada a meio caminho entre Campo Grande e Corumbá, a cidade de Miranda en Mato Grosso do Sul, é considerada como “Portal do Pantanal”, já que a grande planície alagadiça começa praticamente dentro da cidade.

Miranda1
Foto: Reprodução / Visit MS

Esse destino pode proporcionar dias tranquilos e de total integração com a vida camponesa, participando de atividades mais rurais.

O município de Miranda

Miranda fica a 207 km de distância do Campo Grande, podendo ser acessado pela rodovia BR-262

Seu nome foi inspirado pelo Rio Miranda e é uma das localidades mais antigas do Mato Grosso do Sul – já que foi fundada em 1778.

Hoje a cidade conta com cerca de 25 mil habitantes e tem o turismo rural como uma das principais referências econômicas.

Sendo assim, ao viajar para Miranda, MS você pode até visitar fazendas turísticas e passar o dia tendo experiências inesquecíveis fazendo cavalgadas e caminhadas, visitando safáris fotográficos ou praticando pescaria!

Além dessas opções de passeio, não perca a chance de conhecer lugares únicos, como:

– Centro Referencial da Cultura Terena;
– Marco Histórico da Guerra do Paraguai;
– Construções de arquitetura do início do século XX – como a Igreja Matriz Nossa Senhora do Carmo (1931) e também o prédio da Estação Ferroviária (1912).

Isso sem falar em restaurantes aconchegantes para provar da gastronomia pantaneira, com base em pratos com peixes regionais (especialmente pacu, pintado e piraputanga).

Piraputanga
Foto: Reprodução / Acqua Viagens

Não gosta de peixe? Miranda ainda será um destino interessante para você, porque a carne bovina também marca presença nos cardápios locais, o que não poderia ser diferente, graças a força da pecuária entre as atividades rurais da região.

Todas essas variações de pratos são preparadas com ingredientes locais!

Agora que você já sabe um pouco mais sobre este lugar apaixonante, confira algumas opções de passeios que vão te fazer procurar pacotes de viagem para Miranda.

Apesar de ser um ponto de parada muito interessante para quem tem interesse em conhecer essa região privilegiada do Mato Grosso do Sul, Miranda pode oferecer passeios que merecem sua hospedagem na cidade para aproveitar mais do que ela tem a oferecer.

Confira abaixo as opções de passeios em Miranda que não podem faltar em seu roteiro:

Noite pantaneira
Noite Pantanera
Foto: Reprodução / Cultura Nikkey MS

Para quem nunca ouviu falar, a Noite Pantaneira é uma festa com três horas de duração que oferece uma verdadeira experiência típica aos turistas, apresentando as mais variadas características da cultural local.

Isso porque cultivar as tradições do Mato Grosso do Sul é algo muito importante para os moradores e nativos da região. Por isso, este evento representa uma maneira de mantê-las vivas e mostrar o modo de vida que levam.

Durante este evento, as pessoas costumam usar trajes homenageando os condutores de boiadas, que usam berrantes para guiar o gado em estradas e fazendas.

Também contam várias histórias sobre a região e lendas que remontam há séculos, sendo passadas de geração para geração.

Como é de se esperar, a festa tem muita música típica que é tocada por violeiros e bandas locais para garantir muita animação.

Para não deixar a desejar e agitar a noite, acontece uma apresentação de danças regionais e depois, no baile, todos podem seguir dançando.

Fazenda San Francisco
Fazenda San Francisco
Foto: Reprodução / Rede UMA

A Fazenda San Francisco é um dos passeios de turismo rural mais procurados de Miranda.

Fica a 36km do centro da cidade e oferece atividades como: safári fotográfico em estradas com mata nativa, focagem noturna para observar animais silvestres que não aparecem muito durante o dia, passeio de chalana no Corixo São Domingos, observação de pássaros mais comuns na região, cavalgadas, caminhada em trilhas, churrasco pantaneiro, entre outros.

Fazenda San Francisco1
Foto: Reprodução / 123 Viagens e Turismo

É o lugar perfeito para quem procura por emoções e aventuras, tendo a oportunidade de descansar e ter dias de lazer ao mesmo tempo que pode ficar cara a cara com jacarés, lobos-guará, capivaras, jaguatiricas, antas e até onça pintada.

Fazenda Refúgio Ecológico Caiman
Caiman
Foto: Reprodução / Viva Bonito

A Fazenda Refúgio Ecológico Caiman tem cerca de 53 mil hectares e atua principalmente em atividades de pecuária extensiva de corte com ecoturismo.

O local disponibiliza guias que são especializados em cada detalhe da região, além de manter o foco na conservação e progresso respeitando a natureza, a cultura regional e todas as tradições de seus habitantes.

Encontro dos rios Miranda e Salobra
Encontro Rio Salobra com rio Miranda
Foto: Reprodução / Lugares Eco

Se recomenda que você visite o local onde acontece o encontro das águas dos rios Miranda e Salobra, que é um atrativo interessante e permite uma experiência bem diferente dos programas em outros municípios.

Pela diferença nas cores de suas águas, vale muito a pena presenciar este encontro, podendo observar a nítida diferença entre tonalidade turva do rio Miranda e a água cristalina do rio Salobra.

Estação Ferroviária
Miranda
Foto: Reprodução / Tripadvisor

Por ter sido inaugurada em dezembro de 1912, a Estação Ferroviária de Miranda é um ponto turístico imperdível e que já faz valer a viagem!

A estação também tem importante papel histórico, porque fez parte do transporte de passageiros e de mercadorias entre cidades como Campo Grande, Corumbá e Bauru (interior paulista).

Hoje não funciona mais com fins rodoviários, mas serve como um museu, proporcionando uma experiência inigualável aos que buscam atrativos turísticos urbanos nessa cidade.

Usina Açucareira Santo Antônio
Usina
Foto: Reprodução / O Pantaneiro

As ruínas da Usina Açucareira Santo Antônio também compõem a lista de prédios históricos de Miranda.

Essa empresa foi fundada em julho de 1929 e fez parte da história do município por torná-lo um polo açucareiro super importante para o Brasil até metade da década de 30.

A partir de agosto de 2007, suas ruínas foram tombadas como patrimônio cultural nacional.

O que não pode faltar nos passeios

Separe alguns itens que são essenciais para os passeios:

Filtro solar;
Boné ou chapéu;
Repelente.

Para não errar na composição dos looks, use roupas leves e calçados fechados (tênis ou botas).

Vale ressaltar que, se você planeja fazer passeios para observar aves, evite levar peças de roupa com cores vibrantes (amarelo, azul ou laranja), porque podem espantar as aves.

É procedente assinalar que a informação foi facilitada pela Luciana Garcia /Acqua Viagens. Foto de Portada Divulgação/ WWF Brasil. Edição, Área Jornalística Oitravels.

Reservamo-nos o direito de corrigir eventuais erros de publicação deste material, Oitravels não é responsável por material gráfico que não expresse claramente o copyright.

InShot_20220331_112722469

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: